Google+ GRITOS VERTICAIS: Quem É Você?

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Quem É Você?


(Lips After Tamara De Lempicka - Luxcious)

.
.
.
QUEM É VOCÊ?
(André L. Soares)
.
Quem está aí do outro lado?
Qual a cor do seu perfume?
Quais os sons de seus desejos?
De onde vem o cheiro da sua roupa?
O que seu rosto diz enquanto dorme?
Seus olhos brilham mais se você canta?
E o que você mais sonha acordada?
.
Que música lhe traz mais alegria?
Qual a maior metáfora da sua vida?
Diante da surpresa, suspira ou gargalha?
Do que você tem medo quando chora?
Você se arrepia se sussurram em seu ouvido?
Onde está a sua mais dócil mania?
E o que você mais diz quando calada?
.
Para onde você foge ao sentir medo?
Como se acalma quando assusta?
Seus sonhos de criança têm orquestra e realejo?
Ao dançar você aperta seu parceiro?
Onde está o baú com seus segredos?
Como você reage se espera e não vem nada?
Qual fruta melhor traduz seu beijo?
.
.
.
.
Leia também:
  Gritos Verticais / O Poema de Cada Dia /Poética Herética /Raiz de Cem /Sons de Sonetos

56 comentários:

  1. Hummmm...
    Conto ou não conto? Oh! dúvida cruel!

    Ahahahaha, beijusssssss querido Poeta.;)
    E parabéns por mais essa postagem maravilhosa. Esses versos, são tudo de Bom!

    ResponderExcluir
  2. Fazia um tempão que não passava por aqui. Como sempre, um blog nota dez. Também, com sua alma de poeta, não poderia ser de outra forma.

    Abraços e que o sucesso de seu blog seja permanente.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Não resisto, vou responder:
    eu / lilás / borbulhas / da vida / eu quero / com ele / a inaudível / esperança ultima que morre / suspiro / de não parar / ate em sonho / dizer amor de vida / que queres que eu faça / para dentro de mim / voltando a respirar / quem dera / osmose / nos meus olhos / paro de respirar / manga.

    esta é Mariliza resumida

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Parabéns por mais este poema. Faço minhas as palavras do João: você tem alma de poeta, e isso diz tudo.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. mas bah!!!que baita rasgada de orelha!!!uau!!!gostei!!!nao faz meu genero, curto meninas mas tremeu / se tu queria "qualidade e prestigio" conseguisse/ nota 10
    abraços!!!

    ResponderExcluir
  7. Quem sou eu?

    Sou a doçura escondida,
    com medo da vida.
    sou o amor em botão
    desejando florir..
    sou o encantamento[
    que cresce quando leio
    voce!

    ResponderExcluir
  8. Oi..
    Tem uma homenagem pra você lá no blog da drax...

    Passa lá...

    Forte abraço.

    Ednilson
    www.draxrio.com

    ResponderExcluir
  9. Tantas perguntas, tenho apenas algumas respostas, outras ainda não =)

    Beijos, boa semana!

    ResponderExcluir
  10. Anônimo00:10:00

    Uauu...agora vc me pegou de surpresa!!!rs
    Ainda não tenho resposta para todos questinamentos.Prometo refletir acerca das dúvidas.rs
    Belíssimo...Parabéns por mais esta postagem.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  11. "Quem é você?" é uma poesia interessante, pois parece ter vida própria. Eu pergunto então, quem é você poesia?

    Beijos doces de sol e de lua.

    ResponderExcluir
  12. Quando chegar o que é perfeito o imperfeito desaparecerá, hoje conheço em parte, mas então conhecerei totalmente, como eu sou conhecido
    I Cor 12.13-14
    Parabéns pela poesia, um dia poderemos responder a todos esses questionamentos....
    Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Gostei.
    Sempre gosto.
    Posso colocar a poesia e as respostas, com os devidos creditos claro, lá no blog varanda?
    Abraços poéticos.
    Selma

    ResponderExcluir
  14. André,
    Nossa muito lindo esse poema. Adorável mesmo!

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. oiee já add seus banners lá no exoticlic, todos ok!

    se puder põe o meu em todos seus tbm!

    ah olha parabens viu... eu sou compositora escrevo musicas, poemas eu acho lindo mas nunca foi meu forte!
    tu escreve extremamente bem! parabens

    ResponderExcluir
  16. Dá vontade de responder tudo! rs
    Beijinhossssssss

    ResponderExcluir
  17. Muitas perguntas respondo no momento somente uma..rss
    a fruta que traduz o beijo pra mim é o morango. abraços

    ResponderExcluir
  18. Ola meu querido eskizofrenico! estou morrendo de saudade, nunca mais trouxe sua falta-de-dor-de-cabeça para o meu dia, haha. Como estão as coisas por ai? Aqui está tudo otimo, segunda começo a faculdade de jornalismo, agora sou uma das editoras do site "http://e-blogue.com/blogs/" e estou muito orgulhosa disso hehe.


    Mais um lindo poema seu, precisamos escrever algo, porque daquele eu ja desisti hahaha. Faz tempo que só fico nos contos! :)


    Saudade, te adoro mto.
    Beijao

    ResponderExcluir
  19. Fico tentando imaginar de onde vem tanta inspiração,mas na verdade acho que vc já nasceu com alma de poeta.Parabéns e continues sempre a nos transmitir tanto amor em seus versos, pois em meio a tanta coisa ruim acontecendo, bem que merecemos uma pitada de poesia na vida. Abraços

    ResponderExcluir
  20. muito bom!!!!

    visitem meu blog: http://agrj.wordpress.com e se gostarem, divulguem ou coloquem em sua lista!!

    []s

    Dinho

    ResponderExcluir
  21. Quem sou eu...
    Hum... Um pequeno milagre!...
    Uma sala de sonhos...

    ResponderExcluir
  22. Aqui deste lado está uma pessoa justa,medrosa, pensativa,insegura as vezes.
    Meu perfume tem cheiro de alegria, embora as vezes bate uma tristeza infundada.
    Os sons dos meus desejos são variados, hora de flores, ora de espinhos.
    O cheiro da minha roupa tem cheiro de pele morena,natural.
    Enquanto durmo presumo que ele diz , acorda pra vida.
    Meus olhos brilham mais quando amo.
    Acordada sonho além mar , além terra.
    Amo música ambiental, me faz bem , me da paz.
    De onde vim e para onde eu vou,metáfora conhecida.
    Diante de surpresa boa eu fico feliz.
    Quando choro tenho medo da incerteza.
    Quando sussurrar ao meu ouvido?
    Isso é intimidade, risos...
    Minha mais dócil mania está no amor que tenho quando amo alguém, independente do sexo.
    Quero colo.
    Ao sentir medo eu durmo, durmo muito e acordo bem.
    Com um abraço apertado.
    Meus sonhos de criança se perderam.
    Ao dançar sinto a pele .
    O baú dos meus segredos esta no fundo dos meus sentimentos.
    Decepcionada!
    Meu beijo tem sabor de mim.

    Eu tinha que responder este poema aqui.
    Desculpe-me por ser tão extenso.
    André,parabéns por este maravilho poema que me encantou.

    ResponderExcluir
  23. Nossa, quem sou eu? Agora fiquei na dúvida. Brincadeirinha, como sempre acertou em cheio, adorei. Lembra do meu pedido? Ainda está de pé. Sucesso.

    ResponderExcluir
  24. Adorei os seus blog, na verdade virei fã, parabéns pela sua sensibilidade..

    ResponderExcluir
  25. O que dizer André? Pura inspiração meu amigo poeta! Parabéns :o)
    Que encontre todas respostas para estas questões e faça mais um belo escrito com elas.
    Apareça...
    Beijo e boa semana!

    ResponderExcluir
  26. Adorei esse poema!
    Mas confesso que gosto de um mistério. Rs.
    Obrigada por tornar-se um seguidor do meu blog. Gostei muito do seu.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  27. Lindo poema...
    Parabéns pelo maravilhoso blog.

    ResponderExcluir
  28. Olá,

    deixei uma indicação para você participar de uma das brincaderias propostas pela bloguesfera.

    passe por lá.


    Abraço

    ResponderExcluir
  29. Perguntas interessantes....

    Muito bom...

    Tem um meme para você no Voz Ativa.

    beijos

    ResponderExcluir
  30. Indescritível postagem..


    BeijoS.


    =]

    ResponderExcluir
  31. Amado, estou saindo de férias e ficarei um pouco ausente da blogosfera... Claro que tentarei estar presente, mas não será com a mesma frequencia. Por isso, fiz um selinho pra que não esqueçam de mim... ;) É um presente, não tem nada de repasse obrigatório ou algo do gênero, ok! Repassa, se quiser... Está lá no meu blog. Pega ele pra você!
    Fique com Deus e que tenha muita paz no coração!
    Prometo que terei muitas novidades para dividir!!!
    Um beijão!

    ResponderExcluir
  32. Adorei seu blog.
    Maravilhoso... escreves divinamente... delícia !
    Ahh... adorei tb a descrição que fez de vc... na lateral direita do blog... poética... linda.
    Parabéns !
    Quando der visite meu blog também :

    Beijo !
    Solange Maia

    http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  33. André
    O Gritos Verticais recebeu uma indicação e um selo maneiro...confira em meu blog: http://lokytrp.blogspot.com
    Beijos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  34. Adorei esta poesia...
    E sinto a enorme vontade de responder cada uma de suas perguntas:
    Lá vai:
    Bia Maia/laranja/"sua" respiração/do meu corpo/alcancei a paz/muito mais/no equilíbrio/a que agita meu coração/água mole em pedra dura, tanto bate até que fura

    ResponderExcluir
  35. suspiro/solidão/sim.../meu olhar profundo/tudo/minha cama/durmo/sim/sim/no meu coração/aceito/manga...

    Bem vindo ao meu blog!!!
    Parabéns!
    Bia Maia

    ResponderExcluir
  36. Ahhhhhhhhhhhhhh, que vontade de responderrr!!

    ResponderExcluir
  37. Oi poeta,

    Já postei o poema lá no Varanda.
    Abraços poéticos,
    Selma

    ResponderExcluir
  38. Oi poeta,

    Já postei o poema lá no Varanda.
    Abraços poéticos,
    Selma

    ResponderExcluir
  39. André, que coisa linda é essa? Poema que transborda lirismo e romantismo do início ao fim; e de forma muito criativa.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  40. Parabéns André. São poemas inspiradores que trazem para a superfície emoções profundas. Ganhou uma fã.

    ResponderExcluir
  41. Parabéns André. São poemas inspiradores que trazem para a superfície emoções profundas. Ganhou uma fã.

    ResponderExcluir
  42. ...respondo a essa pergunta através de Álvaro de Campos :)
    *
    "Que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou?
    Ser o que penso? Mas penso tanta coisa!
    E há tantos que pensam ser a mesma coisa que não pode haver tantos!"

    :)**

    ResponderExcluir
  43. Lobodomar... Andre

    Uma loba... manhosa... com cheiro de maresia...
    Orquestrado pela passarada... com sabor de bergamota no pé...e perfume de flores... meus sonhos...
    um dia disseram que quando durmo... meu rosto tem um ar feliz....
    Risos...
    Metáfora... um saquinho recheado... de carinhos e muitos dengos...
    Meu baú... o coração...
    Nunca chorei por medo... sim por saudades...e...ou... solidão...
    Dizem que minha gargalhada... é marcante... e.... faz parte do meu eu...
    Se o sussurro for doce... arrepio até o pensamento...
    Mania... amo apaixonadamente o amor...
    Quando calo... obrigado...
    Minha fuga... para dentro de mim...
    Respiro fundo... converso com o Pai...
    Minha infância... orquestrada por anjos... e gosto de algodão doce...
    Reação... escrevinhar o que o meu coração dita...
    Beijo... agre doce... apimentado... no fundo um gostinho de manga...

    Nos últimos 20 anos... foi o que mais falei de mim a alguém... risos...

    Fantástico... um Poemaço... mexe com o coração mais duro...

    Sabe... TeAmo... meninão lindo... risos...

    Bjs.

    OBS: Posso colocar no meu blog...
    Aguardo...

    ResponderExcluir
  44. Adoro as poesias continue assim,tenho um blog com muito conteúdo interessante, vale apena conferir, espero sua visita...CETONLINE

    ResponderExcluir
  45. André,

    Como diz Casimiro de Abreu:
    - Não quero, não posso, não devo contar!

    Lindíssima poesia, gostei e me apropriei, tem a cara do Curiosidade Feminal.

    Abraços

    Elayne

    ResponderExcluir
  46. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  47. Sorvi a sua poesia como um delicioso vinho tinto a ponto de ficar inebriada ...

    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  48. André, esse é o tipo de poema diate do qual só me cabe gritar: - Bravo! Bravíssimo!

    Depois, aplaudir agradecida.

    Um beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  49. esse soneto ele tem um ar de misterio ele e muito bom.


    http://www.mundosubliminar.xpg.com.br
    http://www.solendasurbanas.xpg.com.br

    ResponderExcluir
  50. Você quer saber mesmo?

    Eu sou o início e o fim de um dia limpo - pelo menos é assim que tenho por algum tempo me descrito.
    Meu perfume é transparente como a minha alma.Meus desejos hora soam como gritos, hora como risadas de uma mulher que anda deveras cansada, mas espera, porque o tempo não é o dela. O cheiro da minha roupa vem das mãos da minha mãe amada, que sempre cuidou para que eu fosse uma pessoa limpa e honesta. Quando durmo meu rosto diz que preciso dessas horas mergulhada em sonhos leves e cantigas do meu inconsciente, porque durmo muito pouco. Meus olhos brilham tanto quanto o meu sorriso, meu canto, foi sufocado nos últimos anos, pela loucura da minha vida. A música que me alegra é regada à violinos e sanfonas, e me faz querer voar, dançar sozinha no meio da sala por horas e sair flutuando pelos telhados da cidade.
    Metáforas para a minha vida? Minha vida é um poema torto, não rima, mas ainda pode-se descobrir alguma beleza nela. Diante da surpresa estremeço e choro. Choro muito e sempre. Tenho medo de ficar sozinha. Sussurros ao pé do ouvido só me causam arrepios quando as palavras, são as palavras certas. Minhas manias não se escondem. Pode-se tocá-las o tempo todo. Quando me calo o que digo é que preciso de silêncio, preciso sumir um pouco, preciso me agarrar a mim mesma e gostar da minha própria companhia. Medo me paralisa e me instiga ao mesmo tempo. Eu não fujo. Nem nos sonhos. Meus sonhos de criança se perderam na poeira do tempo. Vieram outros que não tem trilha sonora. Quando danço aperto o meu parceiro, é uma forma carinhosa de dizer 'olha, estou aqui, estou inteira'. O baú com meus segredos, para chegar até ele, precisa encontrar primeiro o mapa. Quando espero e nada vem, eu ainda espero. O meu beijo tem o gosto do desejo do outro que só se encontra em mim.

    Beijoca! Obrigada pela experiência!

    ResponderExcluir
  51. André

    Nesse endereço ai , postaram seu poema, como de Willian Shakespare,
    dá uma olhadinha, tem cada uma.
    http://fotolog.terra.com.br/lifethings:218

    Abraços poéticos
    Selma

    ResponderExcluir
  52. Selma, boa noite.

    Muito obrigado por avisar.

    Já deixei um aviso no email da garota, solicitando que ela faça a devida correção de autoria.

    Internet aceita tudo, não é mesmo? Já tem até gente atribuindo a William Shakespeare, um poema que é meu. Imagina se o velho Bill fica sabendo disso,... vai se revirar na cova e amaldiçoar a era da informática.

    Então, que fique firmado aqui que esse poema, 'Quem é Você?', é de autoria minha, ou seja, de André L. Soares; e não do Shakespeare.

    :-)

    Esses blogueiros, cuja cultura pessoal foi construída somente com base na televisão, são mesmo impagáveis.


    Mais uma vez, muito obrigado.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  53. Nossa ! muito lindo este poema !
    Parabens mesmo !!!

    ResponderExcluir
  54. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela leitura, comentários e generosa apreciação.

    Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam todos sempre muito bem vindos

    Grande abraço!

    ResponderExcluir