Google+ GRITOS VERTICAIS: Humano

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Humano


(Coldfront - Sas Christian)
.
.
.
HUMANO
(André L. Soares)
.
Queria te falar sobre estrelas,
porém, desconheço as alturas.
Pensei em te ofertar minha pureza,
mas quem sou eu...
se cresci livre pelas ruas.
.
Pudera eu te contar boas histórias,
descrever uma vida sem agruras.
Sonhei em te cobrir de jóias,
mas, sou plebeu...
nunca tive ou quis alguma.
.
Bom se eu coubesse em teus sonhos
na exatidão da ordenada com abscissa.
Tentei ser só alma e coração,
juro, não deu...
sou de aço, pedra e fúrias.
.
Quisera eu não fosse assim, só erros
e a verdade brotasse em meus lábios.
Talvez, eu possa te salvar do tédio,
mas, se nem isso...
faz um esforço e me perdoa.
.
É que sou tão muito humano
– bem-dotado... de defeitos –
minha perfeição é sempre
ser complexo imperfeito.
E apesar desse jeito insensato,
só uma coisa não aceito...
– ah isso não! –
é que duvides que te amo.
.
.
.

33 comentários:

  1. oii!!!
    é lindo
    bem ....também gostei do seu post sobre estagiario do seu outro blog
    acho que este post também merece nota 10 e um link...rsrsr


    Bjs....bye!!!

    ResponderExcluir
  2. silvia17:22:00

    Suas palavras deslizam lentamente pela imaginação , parabéns!

    com carinho
    silvia

    fadassonline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu comecei noutro dia a publicar no Recanto das Letras. Você faria grande sucesso lá, eles gostam muito de poesia. Não é todo dia que se pode ler um verso igual a este.

    Eu linkei mais um blog seu, comecei com dois que eu considero os melhores. Mas acho que vou fazer o pacote completo. Quando eu linkar os outros te comunico.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. que lindas palavras já estou viciado no blog, quase todos os dia venho ver se tem novas posais

    ResponderExcluir
  5. Você brinca com as palavras com uma facilidade incrível. De fato um poeta.
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Voc~e constróe suas poesias como se estivesse construindo arranh-céus. Suas palavras feitas de cimento e aço são unidas pelos sentimentos e pela emoção.
    Só mesmo um poeta para mesclar a realidade com a doçura dos sonhos e desejos.
    Sua fã incondicional
    Angela

    ResponderExcluir
  7. Darcy Mendes08:43:00

    Bela poesia! Quando se escreve com a alma o resultado sempre uma obra prima.Parabéns!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Oi

    Acordei Feliz e deu vontade de ler uma poema.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. Meu amigo, você escreve muito bem. Este tipo de poema com rimas colocadas nos lugares certos, é o que mais aprecio.

    P.S.: cheguei até aqui pela indicação do Voz Ativa.

    ResponderExcluir
  10. Lindo !!!!
    Como consegue fazer isso heim ?! rs

    beijos pra vc querido,
    um lindo final de semana !

    ResponderExcluir
  11. É maravilhoso o modo como você doma esta fera que é a Língua. O melhor de tudo é ter A certeza de que por detrás do poeta está o André. E por detrás do André... a Rita. Pessoas que a cada dia admiro mais. Bjs para os dois. inté!

    ResponderExcluir
  12. Você é otimo, sabe colocar as palavras onde elas nunca deveriam deixar de estar.

    Primeiro " lobo-do-mar" hahahaha de velho passou pra algo mais homossexual, tenho que dizer,sabe como sou abusada.

    Segundo eu não vou escrever nada se você não aparecer, que lógica tem uma parceria se vc nao faz sua parte? Am?

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oii.. estou fazendo uma pesquisa no meu blog e adoraria que você participasse.. vai ser muito importante a colaboração de todos os meus parceiros! Obrigada!

    ResponderExcluir
  14. Olá..

    Boa noite.
    Gostaria de informar que mudei o endereço do Blog, o atual que mantenho parceria é o Philipecardoso.com

    Gostaria que mudasse o nome para zoomdigital.org se possível.

    Muito obrigado antes de tudo
    E sucesso para todos nós

    ResponderExcluir
  15. André

    Meu filho ,que inspiração!

    Lindo demais!

    Meu marido gostou muito tambem!

    beijo!

    ResponderExcluir
  16. Oi André,
    que bom encontrar um comentário seu lá no meu florescer. Gostei, como estou gostando de passear aqui pelas suas letras que, nessa manhã de segunda-feira, vêm me proporcionar belas imagens e sons em Gritos Verticais.
    E, o seu Humano, é humanamente-bonito-próximo-Ser-humano.
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Olá André, belos versos de um verdadeiro poeta! meus aplausos e parabens!

    "É que sou tão muito humano
    – bem-dotado... de defeitos –"
    Existe algo mais humano do que adimitir, por amor, a sua propria imperfeição?
    O que mais me admira é você conseguir manter tantos blogs de poesia atualizados e com tanta qualidade. Sensibilidade com produção em série rs.
    Abraços

    ResponderExcluir
  18. As vezes a dúvida dela é de como você a ama!!!!


    Mariliza

    ResponderExcluir
  19. Salve, André!

    Ser humano é quase ser máquina,
    viver falhando...

    Abraço Pantaneiro.

    ResponderExcluir
  20. Lindo!
    Parabéns pelas palavras!
    Bjos
    Ly

    ResponderExcluir
  21. Oi André, como sempre escrevendo muito bem, adoroooo, estou linkando meus amigos no meu blog lugares e paisagens e aproveitei para me deliciar com os textos e poesias, seus da rita...e outros, beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  22. Excelente blog, merece mais q o sexto lugar!

    ResponderExcluir
  23. Meu querido poeta,... você sabe que “Humano” é um dos meus preferidos e o quanto ele me é especial não é?
    Pois saiba também, que é sempre um imenso prazer, deixar registrado, o que já lhe disse sobre esses versos.
    O quanto fico emocionada, encantada... toda vez que passeio os olhos nesse presente.
    Que reafirmo aqui, ser para mim, infinitamente mais brilhante que qualquer pedra preciosa, infinitamente mais precioso que qualquer ouro do mundo.
    “Humano” é dotado de uma beleza rara viu
    Mais e mais, admiro você e esse seu talento divino, meu querido!
    Beijusssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  24. Não sei o que é mais bonito, se o que escreveu ou o que Rita comentou. Lindos vocês dois!! Beijus

    ResponderExcluir
  25. Lindo poema, André!

    Ser humano é ser imperfeito e saber-se imperfeito é o que nos faz humano e, principalmente, uma pessoa humanista. Grande sensibilidade do amigo poeta, o que não é de se estranhar pela qualidade e beleza dos seus poemas. Poema de rara beleza do talentoso poeta!


    Grande abraço, amigo!

    ResponderExcluir
  26. Eu passo um tempão sem vir aqui, e quando volto tem sempre grandes surpresas. Esse poema é simplesmente perfeito.

    ResponderExcluir
  27. Ro Primo12:54:00

    Lindo... Profundo e verdadeiro.

    ResponderExcluir
  28. Amei! Lindo D++++++++++

    Sucesso para vc!

    Cristina - do Blog Avassaladoras Rio

    ResponderExcluir
  29. Este é o poema mais lindo que já li
    vc me inspira a continua escrever . Parabéns

    ResponderExcluir
  30. cara vc emuito bom em faz.

    http://www.mundosubliminar.xpg.com.br
    http://www.solendasurbanas.xpg.com.br

    ResponderExcluir
  31. Anônimo13:54:00

    molto intiresno, grazie

    ResponderExcluir
  32. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela leitura, comentários e generosa apreciação.

    Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam todos sempre muito bem vindos

    Grande abraço!

    ResponderExcluir