Google+ GRITOS VERTICAIS: Dèjá-Vu

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Dèjá-Vu

(Black Dress - Edward Martinez)
.
.
.
DÈJÁ-VU
(André L. Soares)
.
Houve uma época
em que a alegria tinha cores quentes
e eu só caminhava olhando pra frente,
acreditando que nada era difícil.
Era um tempo de franca esperança,
todas as noites terminavam em samba.
Minha confiança não via limites,...
eu desconhecia o impossível.
Naqueles dias eu era feito de sorrisos,
o amor era parte de um todo perfeito,
onde cabiam romantismo e outros ideais,
em um mundo de sonhos bons e infinitos.
.
Mas agora, tanto tempo depois,
quando já pensava ser tudo isso
parte remota, da felicidade há muito perdida,
você surge e me revira a vida:
alma sem máscaras e corpo nu,...
...aqui.
Então, cá estou eu mergulhado
nesse imenso ‘dèjá-vu’.
.
.
.

25 comentários:

  1. Gostei muito de seu trabalho! Já andei lendo um outro blog seu no wordpress e quero parabenizá-lo por sua poesia, principalmente aquelas escritas em prosa. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Embora eu não tenha falado quando vc perguntou, é claro que eu vi e ameiiii que tenha postado "Dèjá-Vu", meu querido.
    E cá estou viu ;)
    Primeiro pq é sempre um prazer ler seus versos e segundo, pq seu desejo só me traz alegria.
    Obrigada poeta! Por mais essa noite de palavras inspiradoras....
    Beijus, beijus, beijussssssssss

    ResponderExcluir
  3. Embora eu não tenha falado quando vc perguntou, é claro que eu vi e ameiiii que tenha postado "Dèjá-Vu", meu querido.
    E cá estou viu ;)
    Primeiro pq é sempre um prazer ler seus versos e segundo, pq seu desejo só me traz alegria.
    Obrigada poeta! Por mais essa noite de palavras inspiradoras....
    Beijus, beijus, beijussssssssss

    ResponderExcluir
  4. Oi André, sei que estou sendo repetitiva, mas seus poemas são lindíssimos, parabéns! Adicionei seus sete blogs, ok?

    Beijo
    Anne

    ResponderExcluir
  5. muitas vezes tenho isso

    bjoka

    >.<

    ResponderExcluir
  6. Nossa voce escreve bem pra caramba! Parabéns!!!! Uma ótima semana pra vc!

    ResponderExcluir
  7. "Era um tempo de franca esperança"...

    A esperança é a palavra chave e a atitude certa para permanecermos com entusiasmo pela vida!

    Parabéns pelo blog.
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Gosto quando o poeta consegue captar o cotidiano insólito do amor através de sonoridades, impressões e reflexões que só podem atingir a sensibilidade através do estranhamento que infringem à racionalidade.
    Cada vez melhor sua poesia, mano blogueiro.
    Paz e bom humor
    walmir
    http://walmir.carvalho.zip.net

    ResponderExcluir
  9. Caro André, vim retribuir a visita. Gostei mt do que li aqui, fiquei encantada, você escreve com a alma!
    Bjs ;)

    ResponderExcluir
  10. Seus poemas são sempre como uma fonte imensa jorrando palavras de cristal, de brilho inenso.

    Maravilhoso!

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Assim eu visse nesta hora e diria: Déjá vue pode ser a melhor vista.:)

    ResponderExcluir
  12. Palavras lindas, inspiradas e perfeitas. Dèjá-vu, essa palavra é linda, tenho achar as letras para poder formar palvras e descrever esse comentário, mas eu não acho... fico emocionda só em ler essa palavra.
    Abs
    Susanna Martins

    ResponderExcluir
  13. Quem nunca teve um dèjá-vu que por mais arbitrário que fosse lhe causasse prazer imenso?

    Lindo poema!

    abraço

    ResponderExcluir
  14. Grande poeta. Você já sabe da minha incapacidade de comentar poemas. Acompanho suas postagens e, como muitos pela web, fico a admirar a forma como encaixa as palavras para que em poucos versos possa estar encaixado o resumo de uma vida.
    Tem razão, não há melhor forma de expressão que um blog.
    Beijos para ti e Rita.

    ResponderExcluir
  15. Gostei mt do blog amigo continue escrevendo pois esta e a chave para o futuro as respostas virao em força de letras
    Parabens

    Meu Blog : Blog Do Philipe

    ResponderExcluir
  16. ola. ja vi que sabes escrever e por isso queria pedir-te a tua opinião à unica poesia que fiz... gostava que me dissesses o k axas-te... porque keria fazer uma coisa com akilo...
    responde sff.
    Cumps

    Ass: Miguel Marques

    Meu blog: migmarques.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. É fantástico quando nos faltam palavras pra expressar o que sentimos e encotramos em palavras alheias aquelas que estavam faltando em nós.

    Adorei.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  18. Delícia de passeio por teu blog! Belas linhas traçadas. Poesias sonoras, melodia marcante. Agardeço por isso!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. bela poesia, moço! vejo que é adepto da rima.. as outras do blog também estão muito boas ;)

    se puder dá uma passadinha aqui
    http://pretextoscontextuais.blogspot.com

    aquele blog em que vc comentou não é onde eu posto minhas poesias e textos..

    abraço!

    ResponderExcluir
  20. Oi André.
    Tudo bom?
    É uma honra receber sua proposta de parceria. Não só aceitei como já incluí todos os links que você indicou no blog (www.odetearagao.com). Seus e da Rita Costa. Você também vai incluir meu link lá?
    Obrigada.
    Odete Aragão

    ResponderExcluir
  21. Oi André!
    Já linkei esse blog certo?!
    Obrigada pela parceria e mais uma vez parabens pelo seu dom!

    ResponderExcluir
  22. os seutrabalho e muito bom,e0o seu vesos e magnificos.

    http://www.mundosubliminar.xpg.com.br
    http://www.solendasurbanas.xpg.com.br

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela leitura, comentários e generosa apreciação.

    Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam todos sempre muito bem vindos

    Grande abraço!

    ResponderExcluir