Google+ GRITOS VERTICAIS: Ultimato

quarta-feira, 5 de março de 2008

Ultimato

(Knitting - Anthony Watkins)
.
.
.
ULTIMATO
(Rita Costa & André L. Soares)
.
Eu quis ser tantas coisas
– ou ao menos, mais que isso –,
ir muito além de esposa,...
criar,...
meus próprios paraísos.
Só não sabia que as escolhas
implicavam em sacrifícios
e vícios tamanhos.
.
O que eu faço agora...
se essa vida contrasta
com a imensidão dos sonhos?
.
Na verdade, venho há tempos
exilando-os em mim mesma,
sobrevivendo de aparências,
presa ao marasmo do cotidiano.
Tenho, então, evitado conflitos
– na voz passiva –
e, como um barco de desejos à deriva,...
apenas prossigo.
.
Mas qualquer hora dessas
eu renasço,...
saio sozinha, ganho a rua;
deixo tudo para trás,
em busca da alegria.
Não será sempre assim,...
dia desses, crio coragem,
quem sabe até me mando,
assumo outra identidade.
.
Certo é que... não será hoje!
– tomara, não seja tarde... –
Só não me pergunte... ‘quando’...
.
.
.

20 comentários:

  1. É... às vezes é preciso coragem pra tomar certas decisões!
    Belo poema!

    ResponderExcluir
  2. Cara ja coloquei seus links de novo no meu blog...
    Eu fui trocar o template e achei que os links iam ficar
    Desculpa o incomodo ai!!!

    Abraços

    http://dihdusbeko.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. André,... nem sei se cabe aqui um comentário, afinal trata-se de uma parceria nossa né.
    Mas sabe, cada vez que leio esse poema, percebo mais e mais o porquê, dele ser sempre tão acolhido.
    Infelizmente como sabemos bem, nem sempre da forma correta, com os devidos créditos como deve ser.
    Mas a grande questão é que ele nos acolhe também.
    Esses versos como já comprovamos, acolhe os sonhos...
    E isso é bom demais! Tanto quanto foi escrever ele com você. Prazer redobrado! ;)

    Beijussssssssss querido Poeta.

    ResponderExcluir
  4. tah ok!
    vou publicar seus link...

    A parceria esta formanda então...


    Sucesso para nois.

    ResponderExcluir
  5. Prontinho ja coloquei os links dos seus blogs no meu..

    Otima noite

    ResponderExcluir
  6. André, este seu texto é simplesmente lindo.

    Um tapa na cara de muita gente que fica olhando para o nada esperando que tudo aconteça!

    Nota DEZ!

    ResponderExcluir
  7. Às vezes me sinto assim...

    ResponderExcluir
  8. Adoro as coisas que vc escreve...
    Passe lá no meu blog, pois deixei um presentinho para vc. É modesto, mas espere que goste!
    Bjos!

    http://sarapateldecoruja.blogspot.com/2008/03/prmio-uma-mente-iluminada.html

    ResponderExcluir
  9. Depois de algum tempo na correria, sem poder visitar bogs, eis que encontro andré e Rita em uma postagem coletiva.
    O poema fala em sonhos e liberdade. confesso que desta vez não consegui captar muito bem a que o eu lírico se refere por se tratar de uma criação em dupla.
    Vou voltar para ler com mais calma para entender melhor. Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Você escreve muito bem..
    Quer fazer parceria comigo? Meu endereço é http://cativagoogle.blogspot.com/
    acho que vc deve gostar do meu blog.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  11. Olá André, obrigada pela sua visita. Gostei também de seus poemas. Parabéns e seja bem-vindo ao Sobretudo.

    ResponderExcluir
  12. oi, já linkei todos os seus blogs, espero q linke o meu, abraço

    ResponderExcluir
  13. está liiiindo!!

    parabéns!!

    ResponderExcluir
  14. André e Rita: Obrigada pela consideração mas, não mereço tanto porque logo que me senti livre para acessar a internet e visitar os amigos, percorri muito rápido minha lista e quando me deparei com o poema ULTIMATO pensei que pudesse se referir a vocês dois em particular. Fui precipitada e ansiosa.
    O poema é muito claro e perfeito para a peça de teatro. Representa o anseio de muitas mulheres em todas as partes do mundo, muitas que sequer conseguem abrir a boca e cuja voz foi emprestada por vocês dois.
    Adoro vocês e são meus poetas preferidos!

    ResponderExcluir
  15. Sabem de uma coisa? Não me canso de ler estes versos... retrata um pouquinho de mim... simplesmente maravilhoso. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Bom dia...
    um mergulho através da identidade feminina,

    beijos

    ResponderExcluir
  17. André, sem dúvida que esse é um dos poemas mais lindos, mais perfeitos e mais verdadeiros que li em toda minha vida. Obrigado por compreender tão bme a nós, mulheres. Beijos, meu poeta.

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela leitura, comentários e generosa apreciação.

    Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam todos sempre muito bem vindos

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  19. Que é isso, heim poeta? Aliás, poetas. É um dueto. Você estão de parabéns. Perfeito demais.

    ResponderExcluir
  20. André, esse foi um dos poemas mais inteligentes e sensíveis que já li em toda minha vida. Fantástico! Parabéns à dupla de autores. Vocês devem ser muito harmônicos entre si para conseguirem desenvolver um texto tão perfeito e verdadeiro. Beijokas pra vocês.

    ResponderExcluir