Google+ GRITOS VERTICAIS: Rebelde

segunda-feira, 10 de março de 2008

Rebelde

(Emotional Dance - Robert Duval)
.
.
.
REBELDE
(André L. Soares)
.
Teus mistérios me devoram,
me transformam em compulsivo curioso,
homem em fogo a desejar-te todo tempo,
espantado com a cor do teu fascínio,...
mas sob teu domínio
meu amor é furiosa tempestade!
.
Liberdade é tolice que abdico.
Quero ser, por livre-arbítrio,
tua propriedade,... teu escravo.
Vem satisfazer-se plena em mim,
mas não conta sempre assim
com essa leal passividade.
Sou mesmo de veneta...
vez ou outra, sou rebelde amotinado.
Tendo rabiscado cicatrizes na tua pele,
deixarei mordidas em tua carne!
.
Invertido assim o jogo de cartas marcadas
entre a casa grande e a senzala,
se à luz do dia, tu mulher és minha dona,
quando, enfim, a noite acalma,
sou eu o amo de teu corpo,
tu és minha mucama...
servil, apaixonada!
.
.
.

21 comentários:

  1. Uau! Se imaginasse alguma poesia assim, a sua seria sempre melhor! Curti.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Os ultimos 2 versos são otimos!
    "é mucama, servil, apaixonada"

    Parabens André!

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Liberdade é tolice que abdico...

    Essa frase... um show!

    ResponderExcluir
  4. Andre, queria que tu me explicasse como funciona o tecnorati!
    Se tu puder é claro!
    É que eu me cadastrei la mas nem sei como funciona!

    Abração

    http://dihdusbeko.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Admiro a sua facilidade de unir as palavras e formar versos tão agradáveis.
    Perfeito!
    Ótima semana!
    bjos

    ResponderExcluir
  6. Oi querido td bem?? gosteii do poema muito bom... otima semana bos

    ResponderExcluir
  7. Belíssimo poema!

    "Teus mistérios me devoram,
    me transformam em compulsivo curioso..."

    Tudo isso é a mais pura arte.

    Abraços.
    Poeta de rua
    Estrelando Soneto
    Politicando Brasil

    ResponderExcluir
  8. tava voando por aí e pousei aqui

    prazer em conhecer o brrog
    gostei muito da apresentação

    chega de cruz pra carregar
    apesar de não sentir o não sentido de ser livre

    blogs de poesia são os melhores

    ResponderExcluir
  9. Ah André,... esse poema é uma preciosidade! Mas já te falei isso não foi? E de mais a mais, embora seja modésto, eu sei que você sabe quando está criando uma joia. É o que esse poema é!
    Nós leitores, fãs... só temos a te gradecer pela oportunidade de apreciar essas suas inpirações maravilhosas, que só valorizam ainda mais a nossa leitura.

    Parabéns, querido! ;) Beijusssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  10. Anônimo14:55:00

    contradições são sempre bem vindas uma vez que é da natureza das coisas. belo texto!dudupererê www.verbologue.zip.net

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde, Poeta!

    Espero que esteja tendo uma ótima tarde.
    Vim deixar essa lírica. de J. G de Araújo Jorge pra você.

    BRINDE

    Sirvamos na taça
    a palavra e a música
    .
    Feliz Dia da Poesia!
    Beijusssssssssssss póeticos...

    ResponderExcluir
  12. Adorei os últimos versos! Traduz bem o sentimento de que é bom sentir que alguém é 'dono' da gente, no bom sentido. Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Bom demais! Parabéns pela criação! E obrigado por dividi-la com a gente. Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Adoro suas poesias. Admiro a capacidade de um ser humano conseguir olhar a vida de maneira tão maravilhosa, mesmo que nem todas as poesias sejam assim...com finais felizes...
    bjs

    ResponderExcluir
  15. OI!
    lindo teu blog e muito mais tua poesia. AS palavras parecem dizer muito mais do que o seu simples significado! voltarei...
    Abraços...

    ResponderExcluir
  16. Bom, poeta, para não ser repetitivo, hoje vou comentar somente mais esse lindo poema, cuja força e sensualidade são extremas. Parabéns.

    ResponderExcluir
  17. Isso sim, é um poema sensual, bem construído, instigante e nada vulgar.
    Beijos, poeta.

    ResponderExcluir
  18. Bom dia

    Agradeço a todos, pela visita, leitura e comentários. Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam sempre muito bem vindos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  19. Belíssimo, André!
    Sucesso sempre, meu Capitão!
    Abs

    ResponderExcluir