Google+ GRITOS VERTICAIS: Massificação

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Massificação

(Massificação - André L. Soares)
.
.
.
MASSIFICAÇÃO
(André L. Soares)
.
Eu repetitivo,...
no dia-a-dia,
igual a você
que me copia,
igual o outro
de quem copio,
todos cegos,
viciados na apatia;
alteregos
sem utopia,
vitimados
por miopia
social.
.
.
.

21 comentários:

  1. Guarapari... estive ai, num camporee, em 1986... faz tempo hein?

    Minha irmã mora por ai. Ela é funcionária pública, e meu cunhado o Everaldo é enfermeiro.

    Grato por sua visita e por ter me dignado com seu tempo em comentar...

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Vitimados por miopia social e ainda mais agora, que é carnaval.
    ...
    Não sei compor poemas mas, quis fazer uma rima crítica a nós mesmos.
    ...
    Aqui, virei sempre.

    ResponderExcluir
  3. Bela poesia e bela ilustração!
    Lembraram-me livros que li do Bauman sobre a liquidez do mundo.

    Abraço,

    Pablo
    http://cadeorevisor.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. mano blogueiro, grande poema. Conciso. Seco, preciso.
    Paz e bom humor
    Walmir
    http://walmir.carvalho.zip.net

    ResponderExcluir
  5. a massificação é bem isso, né?

    ResponderExcluir
  6. Bem a cara dessa generalização viciosa que está acontecendo.

    Belas palavras!

    -
    Respondi o e-mail e te linkei.
    abç

    ResponderExcluir
  7. André, tenho interesse nessa parceria de troca de links, como você procede quanto a isso? Coloco um link no meu painel de links na home? Me responda. Abçs!

    ResponderExcluir
  8. Olá, André!

    Primeiramente, agradeço a visita e o convite.

    Vi os seus blogs e gostei do conteúdo. Porém, eu não poderei aceitar o pedido de permuta de links. Pretendo manter esse blog o mais profissional possível, mantendo apenas blogs/sites relacionados ao conteúdo aqui escrito.

    Aceitei o seu comentário como forma de publicar os links que recebi.

    O seu convite não foi descartado. Se eu montar um blog pessoal, com certeza eu colocarei todos eles. Interesso muito por poesias.

    Agradeço a atenção.

    Um grande abraço.

    Adauto (Dauto) Meira.

    ResponderExcluir
  9. Essa massificação, esse copiar constante lembra-me o quanto repetimos as mesmas crença, os mesmos gestos, as mesmas palavras e poco inovamos o nosso modo de viver.

    Beijos de folia.

    ResponderExcluir
  10. Maravilhoso! Como sempre falo, adoro esses seus poemetos. Fico sempre encantada com essa sua facilidade de dizer tanto em poucos versos. Poucos e belíssimos né.;). Você é mestre meu querido. Parabéns por mais essa joia. Beijusssssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Oi André!
    Adorei seus blogs. Estou adicionando a minha lista. Espero que adicione o meu também.
    Bjux!

    ResponderExcluir
  12. André, o "homem moderno" é exatamente isso. Tuas palavras foram perfeitamente unidas. Bela crítica social.

    ResponderExcluir
  13. Oi, querido poeta!
    Seu poemeto extrapola seus limites e tem pompa de Ode. Uma crítica social que não consegue desmontar a musicalidade de sua poesia. Seu poemeto soa e ressoa como os tambores
    de revolta com ecos nas cordilheiras
    da consciência.
    Um grande abraço,

    Oliveira

    ResponderExcluir
  14. iraapsOlá!Aceita trocar link com www.pereiraaps.com
    Se positivo favor enviar e-mail para contato@pereiraaps.com

    Site do Pereira

    Obrigado

    Pereira

    ResponderExcluir
  15. Olá!Aceita trocar link com www.pereiraaps.com
    Se positivo favor enviar e-mail para contato@pereiraaps.com

    Site do Pereira

    Obrigado

    Pereira

    ResponderExcluir
  16. Olá, André, e a todos os leitores.

    Obrigada por visitar meu blog. Estou lisonjeada com a indicação, e agradeço de coração pela mesma. Será um prazer participar da "brincadeira" :)

    Acho que devemos nos unir por uma blogosfera mais sadia. Modernidade e responsabilidade não merecem ser dissociadas.

    Um abraço a todos, e boa semana,
    Iracema

    ResponderExcluir
  17. Olá André, obrigada pela sua visita ao meu blog, bem como pela indicação. Fiquei muito feliz, pois sou uma novata nestas artes da blogosfera, com muito ainda por aprender...

    Parabéns pelos belos poemas!! Saúde e sucesso sempre!
    Ana Cristina

    ResponderExcluir
  18. Olá, André!

    Me sinto muitíssimo honrada por sua indicação, obrigada!
    Seus poemas são excelentes, já conquistaram também minha humilde, porém sincera atenção. Devidamente linkado em meu (quase) blog. ;)
    Acredito que indicações como esta encorajam mais blogueiros a usarem a "massa cinzenta" como mais uma "fonte de alimento" .
    Até logo!

    ResponderExcluir
  19. André, isso acontece quando a criatividade nos abandona ou nós a abandonamos, ou quando tem os que se aproveitam (plagiadores) para copiar o que outros criaram! Então a massificação tem efeito dominó.

    BEIJOS SAUDOSOS DE SUA AMIGA.

    ResponderExcluir
  20. André, eu ainda não havia lido esse poema. Simples e perfeito. Parabéns mais uma vez, meu poeta. Beijocas.

    ResponderExcluir
  21. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela leitura, comentários e generosa apreciação.

    Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam todos sempre muito bem vindos

    Grande abraço!

    ResponderExcluir