Google+ GRITOS VERTICAIS: Freudiana

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Freudiana


(Romance - Victoria Frances)
.
.
.
FREUDIANA
(André L. Soares)
.

Como é isso... de estar inteiro, mas não me sentir completo?... Não ver o que me falta e achar tudo imperfeito. Nada tem jeito,... se há esse pronome oblíquo que a mim mesmo não basta. Essa forma átona, forte, tonificada, no tempo eterno solitária,... obrigando-me sempre a procurar em volta. Agora entendo,... esse meu corpo-cárcere carece de tua alma livre,... etéreo furacão, feito de rosas e palavras, que devasta o silêncio das noites intermináveis, arrastando-me no vão dos sonhos simples e fantásticos. Então, vem pra mim... aurora musical de todos os meus dias. Traz na bagagem somente letras e carinhos. Não demora,... temos ainda outro universo a conquistar.
.
.
.

20 comentários:

  1. Sabe que diante de um texto como esse até não acho as palavras?
    Não as que fariam jus a uma poesia como essa. Esse seu talento, sua forma de poetizar os sentimentos é mesmo de tirar o fôlego!
    Adorei "Freudiana", querido Poeta.
    Parabéns!
    Beijusssssssssssssss e votos de uma linda noite.

    ResponderExcluir
  2. poxa mto legal seu blog eim..
    parabéns !

    ResponderExcluir
  3. Muito bom seu site! Está de parabéns! Continue com o excelente trabalho!

    Não deixem de conhecer meu blog com estatégias de divulgação e métodos para aumentar o tráfego de seu site/blog.

    http://promocaosite.blogspot.com/

    ArcView, ArcGIS, ESRI

    Gis Help

    Casa em Itacaré

    World Cup In Brazil 2014 - FIFA

    ResponderExcluir
  4. salut!
    bela poesia. 'brravô', como dizem os francese, aos homens que sabem verbalizar e substantivar poeticamente.

    gostei do teu coin!
    na linha, descobertas artisitícas interassantes.

    um forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. Carol R.11:29:00

    Gostei do blog poemas lindos!

    Eu tb estou louca para ver Cegueira! Na verdade o que eu mais quero ver...

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Ah! Querido!

    Palavras belíssimas que fazem-me refletir e pensar sobre esse sentir tão parecido com o meu.

    Brilhante!

    Beijinhossss

    ResponderExcluir
  7. Passando para fazer uma visita... adorei! Tenho uma bem parecida com essa.
    abraços!

    ResponderExcluir
  8. Nossa, bom demais isso aqui.
    Grande abraço rapaz e um ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  9. Poesia em Rede23:53:00

    Convidamos todos os amantes da poesia a participar no II Prémio de Poesia em Rede "Poemas da Minha Terra" .

    ResponderExcluir
  10. Muito boa a temática...
    O uso das pelavras certas...

    Pelo jeito você é quase (se já não o é) um profissional!

    E adorei Predestinado e Canto ao ano Novo! Muito bom seu blog!

    E pode ter certeza que vou, no fim de semana, dar uma olhada em todas as suas obras e comentar sempre que puder, pois seu trabalho é ótimo!

    E não sou poeta, não.

    É aquela coisa, finjo ser poeta.

    Mas obrigado e até outra oportunidade o/

    Au revoir.

    ResponderExcluir
  11. Muito linda suas palavras!!!
    Acho que já passou do estágio de aprendiz de poeta!!!

    ResponderExcluir
  12. E ai andré, eu sou o Daniel Rodrigues, dono site comoquiabocru.com, e venho agradecer pelo seu comentário, já que estou começando e é sempre bom receber elogios de pessoas que tem experiência na coisa. O seu blog também é muito bom, com textos muito bem desenvolvidos.

    Um grande abraço, e muito sucesso a você também.

    ResponderExcluir
  13. uau, adorei isso...traduz bem o sentimento de quem quer sempre "crescer"... embora isso seja intrinseco do homem em geral, há muitos que se acomodam.

    ResponderExcluir
  14. Só freud explica como essa poesia exerce fascínio sobre quem a lê.

    Beijos do fruto.

    ResponderExcluir
  15. teu blog é pura poesia,

    [e das boas]

    ;*

    ResponderExcluir
  16. O prazo para a votação dos Melhor Bloges de 2007 termina amanha dia 15
    Vota nos teus Bloges preferidos, está tudo aqui.

    ResponderExcluir
  17. Você posta coisas muito lindas! Quem me dera saber fazer versos! Acho que vai gostar deste site: http://fernandopalma.blogspot.com/

    Abraços e obrigada por ter passado pelo meu singelo blog!

    ResponderExcluir
  18. Outro que eu ainda não havia lido. Muito bom mesmo. E notei que aqui o estilo é diferente. Dessa vez você se arriscou na prosa-poética. E acertou mais uma vez. Parabéns. Beijocas pra você, meu poeta preferido.

    ResponderExcluir
  19. Bom dia

    Agradeço a todos, pela visita, leitura e comentários. Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam sempre muito bem vindos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  20. André, estou sem palavras pra elogiar poema tão lindo. Louvo seu talento e a ele me rendo. Um beijo.

    ResponderExcluir