Google+ GRITOS VERTICAIS: Revés Triunfal

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Revés Triunfal


(Valley of Sunflowers Richard Leblanc)
.
.
.
REVÉS TRIUNFAL
(André L. Soares)
.
Eu sei,... vai acontecer
aquela coisa boa,...
aquilo tudo que há muito tempo
a gente tanto esperava,
mesmo sem saber
ao certo o quê.
.
Será densa a felicidade,
pura e farta feito a água
de uma chuva
que somente se acalma
quando o corpo encharcado
pede, enfim, que venha o sol.
.
Não demora e a tristeza
será somente outra palavra
esquecida por desuso,...
sendo toda casa a casa de todos,
quando,...
sob a égide da lógica humanitária,
desfrutaremos juntos
do que virá após

a globalização da paz
e do amor.

.
.
.

17 comentários:

  1. Olá, querido.
    Passei aqui para apreciar seu aconchegante espaço poético que tanto me faz bem. Parabéns! Como sempre...
    um poema maravilhoso.
    E amei a tela escolhida também. Alegre como os versos. Tudo lindo viu.
    Adorei! ;) Beijusssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. mel.anie02:31:00

    Olá, você! Obrigada pela visita! Fico feliz. E não só pela visita. Encontro aqui, pela poética, uma crítica suave sua e acredito que esta, dentre outras coisas, já é transformação social. :-D
    Fique na paz, André!

    ResponderExcluir
  3. espero que essa tal globalização da paz e amor cheguem viu? essa violencia nesse mundo precisa acabar. bjos!

    ResponderExcluir
  4. Belas palavras...

    Nas minhas visitas por aí...
    Aqui é sempre um dos melhores lugares de se parar e ler um bom poema...

    Sempre!

    Forte Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Tyaguim15:03:00

    "...a tristeza será somente outra palavra esquecidade pelo desuso..."
    Melhor parte!
    Ótimo!

    ResponderExcluir
  6. André,
    Agradeço sua presença na festa de aniversário do meu blog. Se eu completei 4 anos, devo a vc q sempre me motiva a continuar.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  7. Bakudas.com05:19:00

    Muito bom.
    esse texto combina com o espirito natalino que está rondando por ae.
    abraços,
    bakudan

    ResponderExcluir
  8. "A globalização da paz e do amor".
    Essa é a única globalização que interessa, pois sem ela tudo vira cinzas.

    Desejo-lhe um natal tranquilo.

    Beijos de muitas luas e muitos sóis.

    ResponderExcluir
  9. Kharhan13:16:00

    Aeeeeeeee, não consegui pegar seu banner, mas de uma olhada lá coloquei em uma box com o link POEMAS. Valeu

    ResponderExcluir
  10. São palavras dinâmicas, colocadas no lugar certo.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  11. Paula Espíndola16:07:00

    Ahh...obrigada André!
    Fico mt feliz em ter gostado tanto do termo em geral do meu blog.
    Obrigada mesmo, de coração.
    Fique a vontade, e volte sempre..viu!?
    Pois sua visita é sempre bem vinda!
    Tenha um ótima tarde de domingo!

    Um grande beijo,
    do Glamour Essencial!

    www.glamouressencial.wordpress.com

    ResponderExcluir
  12. POR MIM...17:05:00

    Revés vivi agora, que fui "quente" ao regulamento do "Caneta de Ouro" e descobri que outro poeta tem que me indicar! Poesia não é meu carro-chefe, mas tenho algumas bonitinhas, sem pejorativo.Então, o que faço? (Além, é claro, de te parabenizar pela sensibilidade...).
    Abraços,
    Fátima
    http://ricci55.wordpress.com

    ResponderExcluir
  13. POR MIM...19:30:00

    Relendo meu 1o. comentário, fiquei em dúvida se me expressei de acordo com o que pensei. Então, deixo claro aqui que te parabenizei pela sensibilidade do seu "Revés Triunfal".
    Abraços,
    Fátima
    http://mineiradosul.spaces.msn.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, André!
    Parabéns!
    Sinto-me leve depois da leitura de seus poemas. Você me passa uma energia muito positiva.
    Que a luz de Deus esteja sempre com você!
    Um abraço,

    Oliveira

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela leitura, comentários e generosa apreciação.

    Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam todos sempre muito bem vindos

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  16. André estou relendo seu blog e redescobrindo poemas incríveis. Beijos pra ti, poeta.

    ResponderExcluir
  17. Tomara mesmo que aconteça.
    Parabéns, poeta.

    ResponderExcluir