Google+ GRITOS VERTICAIS: Brasília

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Brasília


(Orchid - Fleur Olby)
.
.
.
BRASÍLIA
(André L. Soares)
.
Conta pra mim
teus segredos,
os tantos medos,
os teus planos
nesse chão cartesiano,
dividido em linhas retas,
em que te ausentas
– boquiaberta –
nas madrugadas
tão incertas,
repletas de desenganos.
.
Mostra-me o chão
de tuas casas,
e a imensidão
das duas Asas,
na planície em que estamos.
.
Não te aquietes
frente a dor de tuas chagas
e ama o povo
que te afaga,
há mais de quarenta
anos.
.
.
.

13 comentários:

  1. Está maravilhosa essa postagem de hoje, meu querido. O poema é belíssimo e a imagem é linda. Parabéns!
    Beijussssssssssss e um ótimo dia pra você viu:)

    ResponderExcluir
  2. André... Devo estar em Guara - se meu chefe deixar (e se ele não deixar, meu namorado vem me buscar de qualquer jeito...rsss)- ente dia 26/12 a 02/01. Vamos marcar alguma coisa. Uma conversa, uma cerveja, sei lá...

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossa!Será que um dia terei a oportunidade de conhecer essa musa, chamada Brasília?!?
    Tão reta...deve ser uma cidade severa com seus filhos,nao!?

    ResponderExcluir
  4. Uma belíssima homenagem à capital calculada...

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. e aí fera?
    achei teu blog no meio das locas enquetes da NINA sobre pererecas e pintos.
    bom...acho bacana essa idéia de blog,para o uso de arte seja ela poesia ou outra qualquer.
    tenho um por diversão (com um amigo)que é de hip hop,mas pretendo entrar em carreira solo em breve,falando diversas coisas na verdade....não só o que escrevo.
    algo com espaço até pra música e imagens...bom falei isso tudo só pra quebrar a barreira do "oi?" "oi!" "tchau?" "tchau!" e pra dizer também que não consegui ler os requisitos pra participar do caneta de ouro.
    como ainda nem fiz o blog,mas deve sair até o fim da semana,queria saber como faço na verdade nem pra concorrer,mas pra me linkar a todos os que participam já que minha real entenção é captar e ser captado por diferentes pessoas e de diferentes idéias.

    bom...dei o primeiro bico na bola,se quiser trocar uma palavra me mande u e-mail se identificando,blz?

    abraço!!

    casezinho@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. aí...já que tú fica de moderador nos comentários,pegue só meu e-mail e desaprove-o para não torná-lo público!!

    um abraço!!!

    ResponderExcluir
  7. Primeiro oi no seu blog :)

    ResponderExcluir
  8. Primeira visita no teu blog, Abs.

    ResponderExcluir
  9. tina oiticica harris14:09:00

    Olá André:

    É bom acordar e ler um comentário tão gentil qaunto o seu. Fui lendo até "Brasília". Vejo que vocie é versátil e que dá crédito ao ilustrador da poesia. isto é muito importante para mim.

    Ah, Brasília... Estudei arquitetura e planejamento urbano. Brasília sempre esteve no centro os debates. Recentemente revi "Bye-Bye Brazil", que a define de vez. Também voltarei. Abraços de Tina OIticica do Universo Anárquico

    ResponderExcluir
  10. Também ainda não conheço Brasília, mas a frieza das cidades planejadas é bem conhecida. Belo poema.

    ResponderExcluir
  11. Oi, André!!!
    Que massa sua visão poética de Brasília! Clarice Lispector tem uma crônica belíssima sobre Brasília (bem poética). Portanto, é a segunda vez que tenho a oportunidade de ler uma homenagem a Brasília. Sua poesia está muito linda!!!!
    Parabéns, meu poeta. Sou seu fã.
    Um abraço,

    Oliveira

    ResponderExcluir
  12. brasilia uma cidade linda cheia de fama eo seu trabalho tambem.



    http://www.mundosubliminar.xpg.com.br
    http://www.solendasurbanas.xpg.com.br

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela leitura, comentários e generosa apreciação.

    Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam todos sempre muito bem vindos

    Grande abraço!

    ResponderExcluir