Google+ GRITOS VERTICAIS: Vá Idade

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Vá Idade

(Beach - Edward Noott)


.
VÁ IDADE
(André L. Soares)
.
Vai a idade passando,
vai passando a vaidade (!?)
.
.
.

10 comentários:

  1. Bom quando o poema vira-se em síntese que nos surpreende.
    Este Vá Idade é isso.
    Muito bom.
    Paz e bom humor
    Walmir
    http://walmir.carvalho.zip.net

    ResponderExcluir
  2. de algumas pessoas sim, né?
    mas a minha tá intacta rsrs

    beijo

    ResponderExcluir
  3. Tem um desafio para você no Cor de dentro.

    Beijinhosssss

    ResponderExcluir
  4. Gracioso demais!
    Adoro esses seus poemetos viu.
    Adorei esse também, assim como passar por aqui.
    Beijusssssssssss querido.;)

    ResponderExcluir
  5. Concordo, André! Dependendo do prisma pelo qual você passa a observar a vida, isso é verdade, diminui a vaidade!

    Abraços,

    Gerlane

    ResponderExcluir
  6. Oi, André!
    Soubeste sintetisar muito bem!
    Em duas frases disseste tudo!
    Um poemeto com pretensões de ode!
    Lindo, lindo!!!!!! Parabéns!!!!
    Um abraço, meu poeta,

    Oliveira

    ResponderExcluir
  7. quem não tem vaidade todos nos temos,belo poema.

    http://www.mundosubliminar.xpg.com.br
    http://www.solendasurbanas.xpg.com.br

    ResponderExcluir
  8. Em mim, provavelmente isso não ocorre. Mas o poema é interessante, principalmente porque faz uso de poucas palavras. Poeta, li diversos poemas seus. Parabéns pelo excelente conjunto da obra.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia

    Agradeço a todos, pela visita, leitura e comentários. Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam sempre muito bem vindos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir