Google+ GRITOS VERTICAIS: Soneto à Incerteza

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Soneto à Incerteza


(A Day of Clear – Ramon Pujol)
.
.
.

SONETO À INCERTEZA
(André L. Soares)
.
Gosto da história e de seu modo cíclico,
do azar e da sorte que se sucedem,
dos dias, uns infernais outros de Éden,
entre e o paraíso e o fim apocalíptico.
.
Gosto do agora e a vil insegurança:
forte nevasca convertida em Saara,
sol alto, eclipse, tsunami, lua clara,...
infindo (in)constante em que o tempo dança.
.
Porque prefiro a beleza do incerto
à garantia do marasmo e a mesmice
da magia que vê o amanhã e nos avisa.
.
Quero um futuro dia-a-dia descoberto!
Assim, rio do que Nostradamus disse
e nego os búzios, o tarô e a pitonisa.
.
.
.

4 comentários:

  1. Boa tarde, André!
    O blog Alma de Poesia mudou de endereço? Confirma pra eu poder fazer as alterações.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Lindo esse Soneto!
    Como tudo que você escreve querido.
    Por isso venho sempre. ;)

    Tenha uma linda Segunda-feira, Poeta.

    Beijussssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Merecia um Best Blogs Brasil como o "Mico do ano" da blogosfera.

    O Melo do Blog Verdade Absoluta (www.verdadeabsoluta.net) inventou que tinha contratado uma estágiária (Marcinha) e na hora de publicar um post logou-se como Melo e escreveu como Marcinha. Foi muito engraçado.

    Nos primeiros comentários tentou disfaçar, como não teve mais jeito apagou todos os comentários que lhe denunciava.

    Até trocava na hora de responder os comentários (falava como Melo e aparecia como se fosse Marcinha) de tão nervoso que estava.

    E ainda pediam para publicar foto dela (ou dele)

    hahaha

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela leitura, comentários e generosa apreciação.

    Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir