Google+ GRITOS VERTICAIS: A Voz do Corpo

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

A Voz do Corpo


(Young Beauty I – Cristina Mavaracchio)
.
.
.
A VOZ DO CORPO
(André L. Soares)
.
Teu corpo fala
e quando ele faz silêncio
quer chamar minha atenção.
Não adianta,
eu conheço tuas manhas,
sei tuas senhas, sei tuas sanhas,
como a palma da minha mão.

Teu corpo canta...
entoa doces melodias
quando quer o meu carinho.
Eu nunca erro,
vem com o mesmo repertório,
a voz dengosa, isso pra mim é notório,
tu estás rouca de paixão.

Teu corpo grita
e descarrega obscenidades
quando olho e não te beijo.
Tu nem disfarças,
rasgas o verbo no sossego da cidade,
pra mostrar que o teu desejo
transformara-se em vulcão.

Teu corpo chora
se eu te faço as vontades,
chego e te pego de jeito...
como só eu sei,
e te amo, do meu modo meio bruto,
até te falto com o respeito,
mas sacio o teu tesão.
.
.
.

11 comentários:

  1. ... E o desejo se fez ato!
    O básico instinto permeado com a intimidade do conhecido e por isso tanto, amado, amada. Humanos.
    Bonito isso.

    ResponderExcluir
  2. Incrivel como voce "lida com as palavras"

    Maysa

    ResponderExcluir
  3. Ups, mto boa essa Andre...
    Manifestações corpóreas...
    Expressões faciais, pura entrega!

    Adorei seu blog, parabéns!

    Ju Fênix.

    ResponderExcluir
  4. Ual! A sabedoria dos sentidos dita em belos versos...
    Maravilhoso! Esse é com certeza mais um de seus poemas encantadores poeta querido.
    Parabéns! Beijusssssssssssss

    ResponderExcluir
  5. O corpo que fala e instiga desejos.. A ele cabe tudo e a própria racionalidade,.

    Do outro o corpo demonstra.. manifesta.. exige, a quem vê se resplandece e cede.. e dá e revoga passos...

    Nesse passo um simples "encostar" provoca, dribla... excita... e nesse compasso a entrega é, por certo, inevitável.

    Abçs,



    [ http://oavessodavida.blogspot.com/ ]

    O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

    ResponderExcluir
  6. olá luis tenho um desafio para ti no meu blog...vai ver.............altamente os poemas aki no teu blog


    bjokas amigo

    ResponderExcluir
  7. Olá André,
    Gostei muito desse blog e queria pedir o código do banner. Tentei copiar para colocar no meu, mas não consegui selecionar (não sei se está desativado). Se você puder me enviar, agradeço.

    Que bom que gostou do meu blog, fico feliz, pois é um blog específico e com um tema fixo. Poesia e música abrangem muita coisa, mas uma única artista deixa limitado. Mas, obrigada por ter visitado, deixado um comentário e, com certeza, vou te favoritar lá. Só preciso mesmo do código do banner.

    Vou dar uma olhada nos outros blogs e, quem sabe, gostando... Eu também não favorite lá no meu.

    Gostei bastante do layout do seu, bem simples e organizado.

    O que mais gosto num blog, é que você só precisa escolher o layout, não necessita criar nada. É só logar na sua conta e mandar ver nas postagens e no conteúdo. O que simplifica nosso trabalho.

    Já escrevi demais, me despeço por aqui! ADORO POESIA, não tenho o seu talento, mas quando se está inspirado, saem coisas boas. HeHe

    ResponderExcluir
  8. O amor carece de umas pouca vergonhas, de vergonhas poucas, de abolir umas civilidades.
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  9. Uau! mil vezes.Nossa é lindo demais.Me apaixonei .André estou em pé a te aplaudir.Bjus

    ResponderExcluir
  10. LINDO!!!
    O corpo tem sons celestes!
    Efigenia

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela visita, leitura e comentários. Espero que continuem presigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam sempre muito bem vindos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir