Google+ GRITOS VERTICAIS: Mãe

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Mãe


(Oriental Poppies, 1928 – Georgia O'keeffe)
.
.
.

MÃE...
(André L. Soares)
.
Estando sempre
a me guiar por ti…
todo esse tempo,
eu te segui, com o olhar
– em cada movimento –
e fiz, de tua sombra,
régio ponteiro
de meu relógio solar.
.
.
.

9 comentários:

  1. Oi parceiro!
    Aqui acolá escrevo. Veja esse poema

    Violências líricas
    Galvão

    Só andava armado de poesia
    Afoito, em toda esquina sacava versos
    Pagava rodadas inteiras de onomatopéias
    Se traía, bebendo prosa dentre outras redundâncias
    Só tragava metonímias arcaicas
    Mas baforava metáforas urgentes
    Depois de escapar de muitos plágios
    Foi preso numa cadeia de sonetos empoeirados
    Morto por um conto perdido
    E enterrado num dicionário

    Que Aurélio Buarque o tenha
    Idem

    abraços
    galvao

    ResponderExcluir
  2. Maravilha esse poema querido!
    Tanta beleza nesses versos... Dá pra sentir a ternura, o amor...
    Parabéns por mais essa linda inspiração que tenho certeza, fez brilhar os olhos de quem lhe ama. Para o que é sagrado... sempre o melhor...

    Beijusssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  3. mãe e uma joia rara um dom infinito e uma sabedoria extrema.


    http://www.mundosubliminar.xpg.com.br
    http://www.solendasurbanas.xpg.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ótima homenagem às mães, na forma de poesia.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo poema.
    Feliz Dia das Mães para todas as mães lutadoras deste país.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. tem sentimento e dependência nesse poema, bem interessante. gostaria de fazer parceria com o seu blog de baner se possivel.

    ResponderExcluir
  7. André, que lindo combinar o relógio da vida e o dourado do sol que sustenta a mesma na figura materna.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela visita, leitura e comentários. Espero que continuem apreciando e prestigiando os ‘Gritos Verticais’.

    Muito obrigado.
    Sejam sempre muito bem vindos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir