Google+ GRITOS VERTICAIS: Do Amor de Todas as Horas - II

sábado, 8 de setembro de 2007

Do Amor de Todas as Horas - II


('Il Viale del Gardino' – Claude Monet)
.
.
.

DO AMOR DE TODAS AS HORAS – II
(André L. Soares)
.
Pelo aroma dos prazeres que sinto, penso vir das rosas o perfume em tuas palavras,... cujo efeito me lança num patamar de felicidade antes não experimentado. Em êxtase, aguardo o amanhã, antevendo viver a nova sensação de te amar ainda mais,... e de me sentir amado ao extremo. O amor nos custa caro? Muito! Mas tudo é compensado ao primeiro olhar do dia, no primeiro abraço permitido, quando há a certeza de enlaçar o sonho que se materializa, sem ganhar mácula humana. Por mútua generosidade, perdoam-se erros – quase todos meus –, porque todo engano é ínfimo se o amor é inviolável. Guarda-se a essência do primeiro encontro, como poção mágica a ser usada nas horas ruins. De resto, só os verbos dos corpos ávidos que se movimentam, ao testemunho silencioso de objetos e paredes. Quanto ao tesouro, o levamos intrínseco na carne, na alma,... na memória. Sinto decepcionar os ladrões de felicidade, mas não há como tirar isso de nós.
.
.
.

6 comentários:

  1. Lindissimo texto!
    Sentido!...e bem real!!!!

    " Brigados" por esta partilha!!!
    UM BOM FIM DE SEMANA!!!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa!!! adorei seus textos,de uma beleza e uma sensibilidade contagiante.
    Parabéns!!!
    Cláudia leão
    Belém/Pa

    ResponderExcluir
  3. Olá blogueiro, passando para divulgar o www.tambem.com mais uma opção para indexação e divulgação do seu blog e post.

    Lhe vejo por lá.

    Abraço e sucesso.
    www.tambem.com

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    adicionei seu link, espero o mesmo.
    aqui é o http://www.qstress.blogspot.com
    até mais

    ResponderExcluir
  5. Isso é poesia... das melhores, a cada verso lido os sentidos vão se harmonizando... Perfeito querido! E lindo demais. Tenha uma ótima noite poeta. Bjus

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela visita, leitura e comentários. Espero que continuem apreciando e prestigiando os ‘Gritos Verticais’.

    Muito obrigado.
    Sejam sempre muito bem vindos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir