Google+ GRITOS VERTICAIS: Bem Mais Que Um Coração...

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Bem Mais Que Um Coração...


('The Second of May, 1808' – Francisco de Goya)
.
.
.
BEM MAIS QUE UM CORAÇÃO...
(André L. Soares)
.
Irmão...
mais uma vítima
do ato vão,
do mundo estúpido, senão
desse país de homens brutos.

Vai,...
esquece tua terra então,
que nesse campo de guerra
nada se redime.
Mesmo porque, aqui,
o que se chama ‘paz’
é só mais um capuz
sobre a face do crime,...
é só a impunidade
e o conformismo
apossados de nós.

Aproveita,...
que não pertences mais
a esse manicômio,
segura a mão de outro anjo,
siga envolto de bons sonhos...
... esse planeta não te mereceu.

De bom,...
leva contigo um milhão de preces
– sem muito esforço
logo nos esquece –
olha pra cima, ganha os Céus,...
e ao sol-poente,
quando fores brincar com Deus,
faça-me um favor,
leva um recado meu:

– pergunta a Ele...
se nesse mundo-cão
o Amor morreu,
ou se...
sentindo nossa alma armada,...
envergonhado
o Amor bateu em retirada,
deixando deserto
o coração da gente.
.
.
.

6 comentários:

  1. Boa tarde André, envio agora a lista dos meus 5 indicados:

    Phabio Pio pelo poema: A Indecifrável Fonte da Poesia - 30/08/2007
    http://asasflamejantes.gigafoto.com.br/?id_foto=14852768

    Ana pelo poema: Era - 04/06/2007
    http://arosadodeserto.zip.net/arch2007-06-03_2007-06-09.html

    G. Júnior pelo poema: O Segredo - 19/06/2007
    http://mardemim.blogspot.com/2007/06/o-segredo.html#links

    Irene Portero pelo poema: A Vitrine de Eus - 12/04/2007
    http://neniportero.blog.terra.com.br/a_vitrine_de_eus

    Esyath Barret pelo poema: Silêncio - 18/06/2007
    http://historiasdesconexas.blogspot.com/2007_06_01_archive.html

    ResponderExcluir
  2. perfeito, adoro poemas críticos, e este atingiu muito bem o tom...
    abraços

    ResponderExcluir
  3. Emocionante esse poema meu querido.
    E verdadeiro. Pois às vezes pensamos mesmo, diante de tantas coisas que temos um deserto no peito. Mas no meu peito, ele não bate em retirada nunca viu.
    Ele se veste de esperança ao menos raio de sol.
    Esse é mais um de seus lindos poemas.

    Beijusssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Amigo e poeta André, esse seu poema é uma elegia aos tempos atuais, em que a maioria dos seres humanos se esqueceram que o maior bem da vida é o amor, não só o amor ao amado, a amada, mas sim aos nossos semelhantes...Realmente tu és um poeta magistral !

    Enviei a você meus poemas para poder participar e ao fim meu amigo eu lhe faço uma pergunta sobre duas pessoas que gostariam de participar. Eu aguardo o seu e-mail e se houver alguma falha no que lhe enviei por gentileza me avise.

    Beijos,
    Daniele

    PS: Agora irei visitar a sua Doce Musa.

    ResponderExcluir
  5. Olá, boa noite!!

    Primeiramente, muito bonito seus poemas =)

    Aceito a parceiria sim; como o BlogDrops ainda está meio no começo, vira e meche estou reformulando o layout... a priori deixarei banners para outros blogs só se estes forem meus parceiros, os demais deixarei apenas referencias em links... então no momento irei colocar um banner para o Gritos Verticais e futuramente coloco links para os outros que selecionei, ok?

    Grande abraço André!

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela visita, leitura e comentários. Espero que continuem apreciando e prestigiando os ‘Gritos Verticais’.

    Muito obrigado.
    Sejam sempre muito bem vindos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir