Google+ GRITOS VERTICAIS: Antes de Tudo

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Antes de Tudo


(Endless Love – Alfred Gockel)
.
.

.
ANTES DE TUDO
(André L. Soares)
.
Antes de separar-se a Pangéa;
a roda, longe de ser descoberta;
a Filosofia nem havia em Eléia;
o Saara nem sonhava em ser deserto...
e eu já te amava.

Antes do homem de Neanderthal;
quando sequer existia o Everest;
ninguém praticava o bem ou o mal;
nem alguém pensava em Cristo...
e eu já te amava.

Sequer existia água ou sangue;
antes da fé e dos mundos ateus;
nem se cogitava ocorrer o Big-Bang;
talvez até anterior ao pai de Deus...
e eu já te amava.

Porque te amo além desta dimensão;
um amor que não é deste mundo;
eu te amo mais do que suporta um coração
e já te amava muito antes de tudo.
.
.
.

6 comentários:

  1. Antes de mais um comentário ao poema.Acho-o excelente!
    Agora uma pergunta:
    Será que a nomeação que me foi enderessada por Milla Loureiro

    cafecomcreme.blogspot.com

    no princípio deste mês

    é válida?

    É que estou um pouco baralhado, sabe?

    Se tiver maneira de saber, agradecia me informasse.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Amor eterno, divino, ad infinito, amor que toda alma passa pela vida procurando-o, pois todos temos um amor assim, por aí, nos esperando!

    Adorei sua entrega neste poema

    Beijos
    Mariliza

    ResponderExcluir
  3. issio que é amor transcedental, milenar.

    ResponderExcluir
  4. A transcendência do amor! Lindo!

    ResponderExcluir
  5. Pois é, querido...
    Como sempre seus poemas são de uma beleza incontestável
    Por isso sou sua fã.
    A ternura, a profundidade da emoção que podemos sentir nesse poema, descreve o amor exatamente como deve ser. Lindo demais!


    Beijusssssssssssssss poeta.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde.

    Agradeço a todos pela visita, leitura e comentários. Espero que continuem apreciando e prestigiando os ‘Gritos Verticais’.

    Muito obrigado.
    Sejam sempre muito bem vindos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir