Google+ GRITOS VERTICAIS: Recado Direto

quarta-feira, 18 de julho de 2007

Recado Direto

(Foto: André L. Soares)
.
.
.
RECADO DIRETO
(André Soares)
.
Saiba: a melhor nação da Terra
nunca erra por priorizar a paz,
ainda se jaz em meio à violência
da inconsciência do Estado
e a impunidade dos vilões,...
ladrões e políticos corruptos
que, de súbito, roubam o fruto do trabalho
e, caralho!... jogam fora nosso esforço
no escuro poço, maldito e sem fundo,
maior que o mundo, mas incapaz de nos vencer.

Pra você ver,...
superamos com risada vários golpes
e com chopp, ‘detonamo’ os militares.
Não sem dores e cortes, é bem verdade.
Inda arde, aqui e ali ferida aberta,
como alerta à gigantesca paciência
que, em resistência, teima em não perder a calma,
pois nossa alma não é mesmo de guerrilha;
mas trilha sim, os caminhos do humor;
ainda que for ante o seqüestro da poupança,
a gente dança e gargalha do espelho.
Depois, 'meu velho', tira logo o teu da reta,
que a gente acerta e vira o jogo pelas pontas.

Vê se não apronta!
Louva tua prole e teu campo de centeios.
Lava os Correios, esqueça o próprio umbigo.
Ouça as bases, não as bases do Partido.
Ouve o país sofrido, limpa a lama do Congresso,
ou o insucesso, como flecha, te alveja
e com cerveja, de teu tombo inda riremos;
festejaremos, como se fosse futebol.

Sol a sol, dia a dia, abra bem tua cabeça:
não esqueça que saíste da ralé.
Então, 'Mané', não te deixa seduzir pelo dinheiro.
Companheiro, o poder é passageiro,
a verdade é ilusória, a certeza é um escuro.
Puro, só mesmo o clamor dos descontentes,
que, entre dentes, agüentam muita sacanagem
na engrenagem do circo capitalista
da lista de países ricos que te fazem a ‘vendetta’.
Então meta as caras, vá gritar a todo mundo
que, no fundo, o Brasil é a imensa maravilha.
‘Bota pilha’, avisa a esse monte de frustrado
que, inda quebrado, aqui se vive é de pau-duro.
Somos o povo mais potente do Planeta!

Agora, porra!...
não varra a sujeira pra debaixo do tapete.
Cacete! Grafa teu nome com louvores na História.
Não distancia a ação do desejo original.
Canta o Hino Nacional com a mão no peito!
Foste eleito pra selar a tua e a nossa glória!
.
.
.



.
.

5 comentários:

  1. Querido.....
    Já linkei o seu blog. ALiás, que belo blog! Parabéns! Escrever é um desafio! Eu tento, juro! Mas creio que meu forte mesmo seja cantar. Faço isso melhor do que faço aquilo. Mas amo as duas coisas.
    Seja bem-vindo. Venha sempre me ler e ouvir.
    Beijuca

    PS: E que bela Musa você tem! ;)

    ResponderExcluir
  2. André, vim retribuir sua visita pra lá de generosa. Junto meu grito ao seu, num protesto ao qual não podemos nos omitir! Vou linkar seu blog também!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo21:39:00

    bom comeco

    ResponderExcluir
  4. Forte, intenso, real.

    Um grito que deveria ter sido ouvido, André! Veja você como partidos, (porque eu não estou falando só de um partido, não!) e a proximidade do poder, podem jogar no lixo toda uma história de lutas... Um partido é feito de homens e idéias. Idéias podem ser definidas através de consenso. Mas homens, bem... Há homens e homens... E, lembremo-nos, cada homem é um universo diferente, - um indivíduo. Não! Não quero mais saber de política partidária.

    Bjs, meu amigo, - adorei ler esse poema onde quase pude tocar a sua alma -, e inté!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia

    Agradeço a todos, pela visita, leitura e comentários. Espero que continuem prestigiando os 'Gritos Verticais'.

    Muito obrigado.
    Sejam sempre muito bem vindos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir